Saúde - Jornal Novo Tempo
Mais da metade de todos os derrames e ataques cardíacos em pessoas com pressão alta pode ser prevenida por uma mistura de drogas modernas. O maior estudo feito na Europa sobre pressão alta do sangue afirma que novas drogas contra a hipertensão funcionam melhor que as antigas, e têm um impacto dramático na saúde dos pacientes, principalmente quando administradas com uma pílula anticolesterol.
Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 80 milhões de pessoas em todo o mundo sofrem de infertilidade, entendida como a incapacidade de um casal para conseguir conceber ou fazer com que a gravidez chegue ao final depois de um ano ou mais de relações sexuais regulares e sem proteção.
Independente do objetivo, o número de pessoas preocupadas em otimizar o potencial da memória não é pequeno. Alguns pretendem passar no vestibular, outros almejam vencer as barreiras dos concursos públicos em busca de trabalho, ainda existem aqueles que querem somente fazer bem uma prova da escola. A questão é que todos apostam na eficácia da memória para atingir objetivos, sejam eles acadêmicos ou profissionais.
Conhecida popularmente como melissa, erva-cidreira verdadeira, melissa romana ou chá da França, a Melissa officinalis é comumente confundida com outra erva, também medicinal. Diz a lenda que a melissa recebeu este nome em homenagem à ninfa grega Melona (em grego "Mellona"), protetora das abelhas. E a relação da planta com as abelhas é realmente muito interessante: na primavera, quando nascem várias rainhas numa mesma colméia, o enxame se divide em vários menores e cada um sai em busca de uma nova colméia. Como a melissa tem o poder de atrair as abelhas, povos antigos colocavam suas folhas frescas trituradas em colméias vazias para atrair os enxames que estavam migrando.
Se mesmo com todo o cuidado os fios andam sem brilho ou caindo, é hora de o profissional orientar a cliente a procurar um nutricionista. Uma dieta adequada aliada a produtos de tratamento pode ser a solução para deixar a cabeleira deslumbrante.
Manter uma dieta que não seja rica em peixes, frutas, legumes e verduras é tão ruim para a saúde quanto fumar, afirmou um estudo da agência de saúde da Holanda.
Pesquisadores jogaram um balde de água fria na idéia de que beber moderadamente previne doenças cardíacas, citando o fato de que muitos estudos incluem abstêmios num grupo de controle, mas não perguntam por que eles não bebem.
Manter uma dieta que não seja rica em peixes, frutas, legumes e verduras é tão ruim para a saúde quanto fumar, afirmou um estudo da agência de saúde da Holanda.
Vinho Na década de 90, descobriu-se que os franceses apresentavam um menor risco de morte do que os norte-americanos, apesar de ambos os povos terem o mesmo nível de colesterol e, ainda pior, os franceses ingerirem muito mais gordura saturada. Como pode? Essa questão foi denominada o "paradoxo francês" e deu origem a inúmeros estudos. A cada dia surgem novas pesquisas tentando desvendar os mistérios daquele que foi identificado como o salvador da saúde dos franceses: o vinho. Ao contrário do que alguns comentários preliminares indicavam, também o branco, e não só o tinto, pode ser responsável por:
O feijão é uma fonte rica em nutrientes e barata, especialmente em países em desenvolvimento, mas muita gente não consome por temer os efeitos colaterais anti-sociais.
Página 97 de 98
Top