Busca...

Tenho encontrado muitas pessoas, porém não encontro gente... Há um vazio dentro de cada um, um processo de fechamento em sentimentos. Encontro sorrisos, porém daqueles que expõem apenas os dentes. Encontro verdadeiras tocaias, e não corações. Reservas insistentes da solidão. Tenho encontrado pessoas medrosas, indecisas, escondendo-se de si mesmas. Pessoas que dizem: Não sei... Não sei se quero... Não sei se posso... Quando sabem exatamente o que querem e o que buscam, não se arriscam. Pessoas duras, escuras, impossibilitadas de amar. Estas cansei de encontrar... Busco por gente que empreste o ombro, que não tenha medo de dizer que levou um tombo. Busco por gente que assuma que amar traz sofrer, e, com esta certeza, não venham a se esconder. Busco por gente que tenha a experiência de sobrevivente de guerra. Busco por gente, que de tanto caminhar, não tenha receio de dizer que seus pés ainda têm muito por machucar. Quero gente de coragem para comigo conversar. Gente que saiba que máscaras não dão mais para usar, e sendo seu perfil interno, branco ou preto, tenha a dignidade de revelar. Busco por gente que chore livremente, sem preconceitos pelas lágrimas derramadas. Quero gente que saiba exatamente para onde está indo e o que deseja encontrar, mesmo que esta busca jamais venha alcançar. Busco por gente, “Seres Humanos”, que saibam se doar, estes, eu anseio por encontrar. Gente de decisão, sem argumento para esconder, escusas ações. Quero gente que é gente, que mostra a cara, vai à luta e dorme contente. É desta gente que eu preciso! Gente liberta, que me dêem um canto em seu colo e saibam me acariciar, sem tempo, sem hora e em qualquer lugar. Vilmar Bitencourtt – Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Pelo menos no seu início, os Campeonatos Estaduais tem apresentado algumas boas surpresas fugindo daquela mesmice, onde os grandes sempre se destacam e os médios e pequenos são apenas coadjuvantes. E isso, graças a organização e planejamento. Assim é que em São Paulo, o Guaratinguetá vem fazendo uma campanha de luxo sendo líder nas primeiras 8 rodadas à frente dos poderosos São Paulo, Palmeiras, Santos e Corinthians. Mas se para a maioria, a fase da equipe do interior paulista é apenas passageira e talvez até o seja, deve-se informar que os resultados que estão sendo colhidos agora são frutos de um planejamento que foi colocado em prática. Isso passa pela valorização das categorias de base, a criação de um centro de treinamento dotado de uma infra-estrutura que permite à comissão técnica e aos jogadores total tranqüilidade para trabalharem concentrados única e exclusivamente no futebol. E assim também acontece no Paraná, com o Toledo saindo na frente das demais equipe do interior contando também com CT para treinamento e formação de jogadores, e os resultados já começam aparecer com a bela campanha no campeonato independente do mau resultado do final de semana quando perdeu para o J.Malucelli de goleada. No Rio Grande do Sul. Esportivo, Caxias, São Luis de Ijuí e Inter de SM, largaram na frente da dupla GRE-NAL graças a estrutura que montaram sem grandes investimentos, mas que oferecem tranqüilidade para o desenvolvimento dos trabalhos de seus profissionais e que até a ultima rodada estavam nas primeiras colocações. Olimpíadas – hora de conquistar o ouro no futebol Apesar de já ter conquistado cinco vezes o titulo de campeão do mundo, falta ao futebol brasileiro a medalha de ouro em uma Olimpíada e se depender do material humano, da disposição do técnico Dunga, podemos ficar confiantes de que em Pequim finalmente ela será conquistada. Imaginem reunidos em uma só seleção: Renan – Rafinha – Breno – Leo – Marcelo – Lucas - Alexandre Pato entre outros com idade olímpica e contando com o reforço de três jogadores acima de 23 anos, que devem ser Juan, Kaka e Robinho? Com certeza teremos grandes chances de alcançar o objetivo. Além disso, no banco de reservas a comandá-los estará Dunga que assumiu também o comando da seleção olímpica e os jogadores terão se é que se faz necessário uma motivação a mais para buscar a medalha inédita porque estarão tendo a oportunidade de mostrar que em 2010 poderão estar a disposição da seleção principal para a próxima Copa do Mundo. Finalizando Os torcedores do Grêmio cansados de ouvirem os colorados se vangloriarem da conquista da Tríplice Coroa não perdoaram e inventaram mais uma. Dizem os gremistas, enquanto o Inter tem a tríplice coroa (Hebe Camargo, Ana Maria Braga e Derci Golçalves), os gremistas tem a Débora Secco.. Um abraço e até a próxima semana. Reinoldo Netz

Mexendo com o placar

Com o fim do Carnaval ao que tudo indica teremos finalmente o inicio do ano 2008 em toda a sua plenitude em todos os setores do nosso país. É claro que alguns ainda insistirão pelo menos até o final de semana a fazer de suas vidas um eterno carnaval.
Página 94 de 94
Top