Imprimir esta página
Vendas de carros importados caem 45% até abril, diz associação
Divulgação

As vendas de carros importados caíram 44,6% de janeiro a abril deste ano.

Foram licenciados 12,7 mil automóveis no período, bem abaixo das 22,9 mil unidades no primeiro quadrimestre de 2015. Os dados foram divulgados na quarta-feira (4) pela Abeifa (Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores).

Em abril, as vendas caíram 45,8% no comparativo com o mesmo período do ano passado e 13,9% em relação a março. O presidente da Abeifa, José Luiz Gandini, disse que as importadoras não devem vender muito acima das cotas estabelecidas pelo governo em 2011, com o InovarAuto. Ao todo, as empresas podem importar 35,7 mil unidades sem o acréscimo de 30 pontos percentuais do IPI (Imposto sobre Produto Industrializado).

A previsão para este ano é de uma venda de 39 mil carros. "O mercado está caindo, mas as empresas não devem vender mais que a sua cota. Estamos nos moldamos de acordo com a nova regra", disse Gandini.

Com essa nova cenário do mercado, segundo Gandini, neste ano devem ser fechadas cerca de 400 concessionárias na comparação com 2011, quando começou o sistema de cotas. "Naquela época, tínhamos 848 revendas de nossos associados pelo Brasil e empregávamos 35 mil pessoas. Em 2016, devemos fechar com cerca de 450 casas e 13,5 mil empregados na rede. Esse é o nosso segmento agora", disse Gandini.

Ler 1376 vezes

Itens relacionados (por marcador)

Entre para postar comentários