Aumenta índice de infestação do Aedes em Beltrão
Assessoria

Na segunda-feira, dia 24 de janeiro, a secretaria municipal de Saúde da Prefeitura de Francisco Beltrão divulgou o resultado do primeiro levantamento realizado neste ano de 2022 sobre a infestação de larvas do mosquito aedes aegypti, transmissor da dengue, zika vírus e chikungunya.

O índice é de 5,9, considerado de alto risco. Inclusive ficou bem acima do levantamento anterior, realizado em dezembro, que foi de 2,7. Foram feitas vistorias em 1.550 domicílios, onde foram localizados 91 focos, sendo 75 em locais habitados e 16 em terrenos baldios. O maior número de focos foi localizado em cisternas.

Também foram encontrados em caixas d’água elevadas, baldes, tanques, bebedouros, vasos com flores, bromélias, piscinas, vasos sanitários, pneus e materiais recicláveis. A coordenadora de endemias da prefeitura, Tania Lise, alerta mais uma vez que a comunidade precisa manter atenção redobrada porque neste período do ano, em função do calor, a proliferação aumenta. “A vistoria e limpeza de forma periódica são fundamentais para evitar os criadouros”, enfatiza Tania.

Para quem vai viajar para outras regiões ela recomenda o uso de repelente de forma frequente, pois é eficiente para evitar o mosquito. Também alerta que é preciso deixar alguém cuidando da casa e fazendo a limpeza para evitar o surgimento de focos do aedes. Neste ano nenhum caso de dengue foi registrado em Beltrão. Foram analisados em laboratório 45 casos suspeitos. Destes, 39 já foram descartados e 6 aguardam o resultado do exame.

Ler 435 vezes
Entre para postar comentários
Top